WebQuest
Este blog tem como objetivo discutir e divulgar experiências utilizando WebQuests, bem como o uso da tecnologia e de novas possibilidades pedagógicas como forma de apoio a esta prática. Mary Grace



Arquivos
 24/07/2005 a 30/07/2005
 12/06/2005 a 18/06/2005
 15/05/2005 a 21/05/2005
 01/05/2005 a 07/05/2005
 13/02/2005 a 19/02/2005
 09/01/2005 a 15/01/2005
 12/12/2004 a 18/12/2004
 07/11/2004 a 13/11/2004
 17/10/2004 a 23/10/2004

Votação
 Dê uma nota para meu blog

Outros links
 Site sobre WQ - Escola do Futuro
 WebQuest na Wikipedia
 Site sobre WQ - SENAC
 WebQuest: O cortiço
 WQ sobre WQ: como produzir uma WebQuest com a equipe de sua escola
 Wqs apresentadas no Mackenzie em 2003
 Blog da Universidade de San Diego (Bernie Dodge)
 Site do Colégio Dante Alighieri
 Artigo do Prof. Jarbas Novelino
 Lista de discussão
 Vivência Pedagogica
 Galeria de WebQuests selecionadas





Experiências Utilizando WebQuest
 


Site único

Este é o novo link do meu site www.vivenciapedagogica.com.br , que reune todos os blogs e publicações que costumo manter dividido por categorias.

Esta página e a de meus blogs antigos serão redirecionadas para lá também, para que eu não tenha tanto trabalho na divulgação.

Para quem utiliza o endereço antigo e está interessado exclusivamente em WebQuest, atualize o link para http://www.vivenciapedagogica.com.br/?q=wq

 



Escrito por Mary Grace às 22h11
[] [envie esta mensagem
]





II Encontro Educacional de Tecnologia da Informação

Nos próximos dias 16 e 17 de junho, das 8h às 21h, acontece em São Bernardo o II Encontro Educacional de Tecnologia da Informação (Eneti), promovido pela Secretaria de Educação e Cultura do município.

O evento, pioneiro na região, será realizado no Centro de Formação dos Profissionais da Educação (Cenforpe) e tem como objetivo mostrar os trabalhos desenvolvidos pelos alunos nos laboratórios de informática da rede.

Cerca de 2 mil alunos expositores, com idade a partir de 7 anos, apresentarão seus projetos desenvolvidos utilizando as Novas Tecnologias da Informação e Comunicação (NTICs), em estandes divididos em células temáticas, o que possibilita mostrar como um mesmo conteúdo pode ser abordado em diferentes aspectos.

O destaque do evento é que, no Eneti, os alunos são os protagonistas do seu processo de aprendizagem. Outro fato interessante será a integração entre escola pública, particular e de educação especial, algo inédito em um encontro de educação, pois eles estarão trabalhando juntos, uma vez que a divisão será apenas por temas.

Fonte: http://www.saobernardo.sp.gov.br/comuns/destaque_materia_completa.asp?codigo=862

Há maiores informações no site do evento: www.eneti.com.br 



Escrito por Mary Grace às 23h31
[] [envie esta mensagem
]





Palestra e Workshop com Bernie Dodge

No dia 18/05 tivemos uma palestra com o autor da Metodologia de WebQuest e na quinta-feira um Workshop com o autor, promovido pelo SENAC.

Foi uma experiência bem interessante, pois foram apresentadas algumas novidades, novas ferramentas e metodologia para desenvolvimento de WebQuest e integração com outros recursos que conhecemos.

Também conhecemos um pouco das pesquisas que estão em andamento, iniciamos a construção de uma WebQuest levando em conta todo o esforço do Bernie para que focassemos na qualidade da tarefa.

Informações sobre o evento, estão disponíveis no Blog http://beewebhead.blogspot.com e a apresentação realizada pelo Bernie eu disponibilizei em meu disco virtual: http://mary_grace.sites.uol.com.br/disco_virtual/wq_bernie.ppt



Escrito por Mary Grace às 20h28
[] [envie esta mensagem
]





Evento com Bernie Dodge

O SENAC promoverá uma palestra sobre Internet na Educação e aprendizagem colaborativa, ministrada pelo  Bernie Dodge.

Bernie Dodge é o criador do modelo Webquest e Professor de Tecnologia Educacional da Universidade De San Diego. Seu foco profissional principal está no projeto, na execução e na avaliação de ambientes de aprendizagem por computador.

Local: Senac
Rua Dr. Vila Nova, 228, térreo – Auditório Nobre

Inscrições:
Os interessados devem enviar uma mensagem para o e-mail consolacao@sp.senac.br, informando o nome do evento, seu nome completo, data de nascimento, RG, endereço e telefone para contato.
As inscrições também podem ser feitas pelo telefone (11) 3236-2050.

Data e Horário da Palestra:
18/05/2005 das 19h às 21h30



Escrito por Mary Grace às 12h27
[] [envie esta mensagem
]





WebQuest e Mapas Conceituais

A Lívia, dinamizadora de Goiás, compartilhou comigo algumas experiências sobre a sua pós-graduação em tecnologia educacional da Universidade Federal de Lavras.

Um dos aspectos que achei bem interessante foi o trabalho com WebQuests e mapas conceituais. Todos os grupos desenvolveram uma WebQuest e o mapa conceitual correspondente.

Os links estão disponíveis em www.ied.ufla.br/laboratorio/dupla26 . Para conhecer todas as propostas publicadas é necessário ir substituindo o último número da dupla que vai do 01 ao 34.

Vale a pena conhecer!



Escrito por Mary Grace às 23h17
[] [envie esta mensagem
]





Edição de WebQuests On-line

A Mari perguntou na lista se havia algum editor de WebQuests, minutos depois a Glaucia já chegou com a novidade, vejam que legal:

" Mari, recebi hoje essa indicação (See InstantWebQuest Project at http://www.instantprojects.org/webquest ). É de um site que monta uma WebQuest. Estou repassando (abaixo) a mensagem que recebi. Eu me cadastrei e o pouco que vi pareceu fácil, porém está em inglês. Confiram."

Bjs,

Clausia M. A. Muzinatti "

Achei muito legal  a novidade que eu não conhecia e que pode ajudar muito no nosso trabalho de elaboração de WebQuests, pois além de não exigir conhecimentos de HTML oferece o próprio ambiente para publicação. Vou testar direito ainda, para comentar mais e utilizar, se possível, nas formações.

Outra coisa que aprecio é o quanto a interação virtual nos ajuda a compartilhar e descobrir novas possibilidades e de um modo muito mais rápido. Antigamente, tínhamos que esperar para perguntar  quando nos reunissemos na escola ou em um espaço físico de formação. Quem não tinha acesso a muitos cursos, ficava sempre para traz. Hoje trocamos estas idéias pelas diversas listas, chats e foruns de discussão e aprendemos muito mais em menos tempo.

Quem tiver interesse também em testar esta nova ferramenta, por favor, não deixe de comentar como foi a experiência ou por aqui ou pela lista de discussão.



Escrito por Mary Grace às 19h25
[] [envie esta mensagem
]





Galeria de WebQuests

Selecionei algumas WebQuests interessantes e disponibilizei no ambiente da lista Vivência Pedagógica.

Algumas foram produzidas durante o curso "Recursos digitais e cultura de uso na Educação", da Cidade do Conhecimento/USP, mas  há outras mais antigas e também interessantes.

Há um destaque para as "Blogquests", WebQuests construídas em um blog, utilizando-se também dos recursos interativos disponibilizados por este tipo de serviço.

Outra bem interessante é a WebQuest "Vida sem fio", pois aborda o ensino à distância por meio da computação móvel.

Na área de linguagem há um trabalho muito bem estruturado sobre contos de fada, elaborado pela Professora Marilene Lima, que aborda o assunto de modo bastante original para educadores.

Enfim, vale a pena conferir a galeria e sugerir outras Wq's que atendam os requisitos básicos de uma boa WebQuest, dentre eles o de abordar um determinado tema de modo desafiador, realmente convidando o público-alvo a participar da experiência de pesquisa proposta.



Escrito por Mary Grace às 01h49
[] [envie esta mensagem
]





Como publicar uma WebQuest no Geocities

Eu fiz um tutorial (em vídeo) para a formação que estamos ministrando para os professores de São Bernardo, sobre como publicar um site  no Geocities.

O modelo utilizado no tutorial é referente a um site criado usando o software Publisher, da Microsoft. Mostra desde como salvar um arquivo como página da Web ( o mesmo pode ser feito em páginas criadas com Word), o cadastro no Geocities e o envio de arquivos por meio do Gerenciador de arquivos.

Creio que este material possa ajudar as pessoas que constroem páginas e WebQuests utilizando o Publisher, Front page e até mesmo Word.

Para visualizar o arquivo em vídeo, de 10MB, clique aqui.

Caso prefira realizar um download, clique aqui com o botão direito do mouse e selecione a opção salvar  destino como.



Escrito por Mary Grace às 09h11
[] [envie esta mensagem
]





Webnote: uma ferramenta de apoio para construção colaborativa de WebQuests

No curso que estamos fazendo na Cidade do Conhecimento, sobre Midias Digitais e Cultura de Uso na Educação, a Suzana Gutierrez sugeriu o uso de WebNotes, para que pudéssemos construir a webquest (uma das tarefas propostas) em parceria com o restante da equipe e de modo assíncrono.

O WebNote é uma ferramenta bastante simples para edição de texto direto pela internet, sendo que qualquer pessoa pode alterá-la quando quiser, desde que saiba o endereço.

Criar um WebNote é mais fácil ainda e  gratuito também. A única informação necessária é citar o nome do webnote que você deseja criar, sem precisar realizar nenhum cadastro.

Estamos produzindo uma WebQuest desta forma, cada membro do grupo completa uma parte que falta, discutimos o restante pelo forum ou e-mail e todos têm acesso ao projeto completo para realizar as alterações a qualquer momento. Até agora temos caminhado muito bem desta forma... em breve todos terão acesso aos resultados.

Penso que esta ferramenta pode ser muito importante para unir professores e alunos de diferentes localidades com o objetivo de produzir um projeto em parceria.

Criei um Webnote apenas para ilustrar o uso desta ferramenta: http://www.aypwip.org/webnote/usodowebnote. Fiquem a vontade para participar e colaborar!

Abraços,

Mary Grace



Escrito por Mary Grace às 14h47
[] [envie esta mensagem
]





Construir WebQuest com os alunos: é possível?

Essa foi a pergunta feita pela equipe do Programa de Tecnologia da Informação de São Bernardo do Campo.

Após conhecerem a metodologia e também terem participado das formações do REBI (Rede Escolar de Bibliotecas Interativas), que propõe que a pergunta parta dos próprios alunos, bem como a busca das fontes de informação, as professoras sentiram necessidade de trabalhar com a proposta de WebQuest desta forma.

Sabemos que isso em nada altera a proposta, pois, de acordo com as orientações presentes no site: www.webquest.futuro.usp, há abertura para que WebQuests sejam produzidas e executadas por alunos também, com apoio da mediação dos professores, no entanto, é necessário vivenciar esta experiência para compartilhar e refletir sobre os resultados.

Estamos  desenvolvendo a primeira experiência de formação das PAPES para a construção de WebQuests em parceria com os alunos. Para isso contamos com a parceria dos programas Tecnologia da Informação e a equipe do REBI, representada pela PABE Eliane Candida.

Em breve divulgaremos os resultados deste trabalho!

Formação das PAPES sobre Construção de WebQuests



Escrito por Mary Grace às 22h39
[] [envie esta mensagem
]





Construindo WebQuest com a equipe da escola

Para criar uma WebQuest com um caráter interdisciplinar e que realmente contemple as necessidades pedagógicas e interesse dos alunos, de modo desafiador, sabemos que será necessário dispor de bastante trabalho.

Se unirmos a equipe de educadores  neste processo: professores, coordenador pedagógico, direção,  aluno monitor, orientador de informática e tantos outros quanto for necessário, este trabalho será mais simples e gratificante.

Esta é a proposta da WebQuest: Construindo uma WebQuest com a equipe de sua escola, unir todos estes personagens para a elaboração de uma WebQuest com base em habilidades e competências importantes para os alunos.



Escrito por Mary Grace às 22h27
[] [envie esta mensagem
]





Aluno Monitor: apoio técnico que pode ajudar bastante

Logo quando iniciei o trabalho no laboratório de informática, tive a preocupação de escolher alunos para atuarem como monitores no laboratório em horário contrário ao período de aula.

Na WebQuest do cortiço, estes alunos tiveram um papel fundamental: transformação de imagens para publicação do site (note que a arquiteta é a versão transformada do arquiteto), apoio aos alunos durante o trabalho, estudo e orientação sobre os softwares utilizados. Quem aprendeu utilizar primeiro o software Home Design 3D, foi o meu aluno monitor Auberico, a partir daí resolvemos que poderia ser uma importante ferramenta para o trabalho com matemática.

No trabalho com a WebQuest sobre os Primeiros Habitantes do Brasil, desenvolvida pela Profa. Mirtes Betton, criamos a idéia dos Monitores de Pesquisa. Desta vez, eles não tinham apenas uma função técnica, mas colaboraram estudando um pouco mais sobre o tema de seu personagem e orientando os grupos de alunos fora do horário. Nós professores, reconhecemos que não daríamos conta, sozinhos, de orientar todos os grupos estudando assuntos diferentes ao mesmo tempo, então contamos com a colaboração destes alunos.

Vale ressaltar, que os alunos escolhidos não eram os considerados "melhores da turma" em termos de disciplina e aprendizagem.



Escrito por Mary Grace às 21h25
[] [envie esta mensagem
]





WebQuest sobre os Primeiros Habitantes do Brasil

Há pouco tempo, antes de eu sair do laboratório de Informática, tive o prazer de vivenciar e apoiar o trabalho de WebQuest desenvolvido pela Professora Mirtes Betton.

O tema escolhido foi os "Primeiros Habitantes do Brasil" e a WebQuest foi toda desenvolvida em Visual Class, um software de autoria para construção de softwares e páginas para internet.

Durante o processo de pesquisa, também realizada em off-line os alunos trabalharam com a WebQuest em branco e quase no final, produziram o fundo utilizando massinha, o que deu um efeito fantástico e participação também nos "créditos" do design na WebQuest.

Melhor ainda foi vê-los produzir um documentário (tarefa final proposta pela WebQuest) que foi filmado e editado pelo jornalista Paulo  da TV Cultura, que se encantou com o projeto.

No final do ano, todos fomos ver a produção dos alunos, no auditório da escola estadual Fausto Silva, próximo ao Fiorente Elena. Foi uma emoção muito grande por parte de todos os que estavam presentes, principalmente da comunidade que também apoiou a iniciativa durante todo o processo.

Para visualizar esta WebQuest é necessário acessar o LMS do Visual Class, descer a barra de rolagem e procurar por: "Prefeitura de São Bernardo do Campo" em http://www.classinformatica.com.br/lms/

Conto com a colaboração da Professora Mirtes para contar um pouco mais sobre o projeto...



Escrito por Mary Grace às 20h24
[] [envie esta mensagem
]





WebQuest do Cortiço

A WebQuest do cortiço foi elaborada e utilizada pela primeira vez quando eu era PAPE (Professora de Apoio aos Programas Educacionais) da EMEB Padre Fiorente Elena.

Surgiu de um trabalho realizado em sala de aula, sobre um texto publicado na Folha de São Paulo: Projeto da Usp pretende dar nova vida ao cortiço.

Utilizamos esta WebQuest em off-line... Ou seja, eu salvava o site em casa e disponibilizava na rede do laboratório, pois ainda não tínhamos internet. Mas valeu bastante, se considerarmos o quanto os alunos puderam aprender com esta experiência.

O material  explicando o processo de elaboração e desenvolvimento está disponível em meu disco virtual.



Escrito por Mary Grace às 19h54
[] [envie esta mensagem
]





Primeira experiência

Minha primeira experiência ao produzir uma WebQuest, ocorreu logo após ter assistido uma Palestra do Carlos Seabra sobre o assunto, na Escola do Futuro  da USP.

Nesta época (jan de 2001), estava participando de uma formação, com os professores da rede municipal de São Bernardo do Campo.

Lembro-me que ele nos empolgou bastante sobre esta metodologia e disse que havia muito material disponível no site para quem tivesse maior interesse. No mesmo dia eu cheguei em casa e comecei a elaborar uma WebQuest sobre a dengue.

Não tinha praticamente nenhuma experiência em criação de páginas, mas já tinha o principal: um objetivo e um tema... Na época tinhamos como grande problema a questão da dengue, então iniciei a construção da minha primeira WQ.

No sábado mesmo, enviei um e-mail ao pessoal da Escola do Futuro e o Carlos Seabra me respondeu, surpreso com a rapidez. Também me orientou com relação a acentuação dos links (eu não sabia porque alguns links não funcionavam e aprendi com ele que não podia acentuar...

Após esta etapa, acertei todos os links e fiz alguns ajustes na avaliação também. Ainda não estava no formato rubrica.

O grande problema é que eu não tinha como colocá-la em prática, pois o laboratório da escola em que eu trabalhava não estava pronto. Então imprimi e mostrei à alguns professores da escola e a professora Mirtes Betton aproveitou boa parte do material e utilizou com os alunos.

Pouco tempo depois, veio a experiência do cortiço...



Escrito por Mary Grace às 19h48
[] [envie esta mensagem
]



 
  [ Ver arquivos anteriores ]